segunda-feira, 30 de maio de 2011

O Bullying a ganhar força.....


A história da miúda espancada por
outras duas colegas numa escola portuguesa está a render,
espero realmente que as duas miúdas que
cometeram aquele acto asqueroso sejam realmente
punidas.

Bullying sempre existiu, sempre havia
uma ou outra idiotinha que se
achava mais esperta que as demais, e se
achava no direito de sair distribuindo pancadas.
Eu sofri Bullying na infância só que
naquele tempo professores e diretores de escola
tinham PODER e FAZIAM realmente algo.

Naquele tempo PAIS E MÃES educavam e
puniam um filho que tivesse má conduta.
Hoje não, hoje tudo é lindo. Ser rebelde é
sinônimo de ter personalidade.

Enquanto os papás e as mamãs acharem
lindo a filhinha ter um ataque diário pq
a comida que está a mesa não é do gosto
da menina, e dizerem: " Uiiiii esta miúda
tem uma personalidade...tão forte"...ou
"Esta não leva desaforos p/ casa";
é isto que vamos ter que aguentar.

Mimadinhas e mimadinhos espancando
pessoas na rua e na escola por causa de um
telemóvel, ou pq o(a) coitadinho(a) foi contrariado(a).

Hj é mais fácil dar o ténis da moda p/ calar
a boca da filha melga, é mais fácil encher de
dinheiro e prendas, do que dizer não, e
impor limites.Só que estes pais
se esquecem que o resto da
humanidade não tem
obrigação de gramar com os 'chiliques'
dos seus filhos. Eduquem em casa... eduquem
em casa se não quiserem que seus
filhos sejam educados na rua.

Ora senhores pais levem com esta
agora....que vcs têm o que bem merecem.

3 comentários:

Mãos e manias disse...

Gostei muito desta sua postagem e concordo plenamente consigo, é mais fácil fazer as vontadinhas aos "meninos/as" do que lhes dizer um "NÃO"

Artes da Sofy disse...

Subscrevo por baixo. É muito triste ver no que a sociedade se está a transformar..

claudiste disse...

Parabéns pela clareza de idéias. Nenhum ser vivo deve ser saco de pancada de outro.

Azulejos Portugueses

Uma das coisas que mais amo em Portugal são os azulejos portugueses. A cada novo recanto que visitamos nos deparamos com verdadeiras ob...